2 habilidades empreendedoras

02/08/16


Você vai abrir uma empresa? Que corajosa!
Essas foram as frases que eu mais escutei quando eu e minha sócia, Thais, decidimos abrir uma empresa de consultoria na área de psicologia organizacional. Eu estava formada há um ano e ela estava no último semestre da faculdade.

Daqui a poucos meses estaremos comemorando o aniversário de dois anos da Virtude... E gostaria de compartilhar um pouco com vocês como foi nossa jornada até agora.

No início, como vocês podem ver com a primeira frase deste artigo, as pessoas ficavam incrédulas, pois consideravam muito arriscado abrir uma empresa, porque começar do zero, como dizem, é difícil.

Nessa época eu já era coach e, quando fiz minha formação, lembro que lá repetiam muito a máxima: “feito é melhor do que perfeito”. Eu sei que essa frase pode ser questionável, mas eu me detive na melhor interpretação dela e fui em frente, além disso, encontrei uma pessoa tão corajosa quanto, e arriscamos.

Calma aí... Não saia arriscando tudo que vier na sua cabeça. Vou falar sobre duas habilidades valiosas neste artigo: risco calculado e senso de realização.

O risco precisa ser calculado
Se você não correr nenhum risco, não vai sair do lugar, empreender é arriscar. Mas não às cegas, não sem planejamento.

Nós já prestávamos assessoria a algumas empresas antes mesmo de registrar a nossa própria empresa, e essas já nos indicavam para outras, o que nos ajudou muito a ingressar no mercado. É claro que nós tivemos que solicitar indicações e só as recebemos porque fizemos um bom trabalho. Com indicações à mão, veio o segundo passo: bater de porta em porta.

Então, quando abrimos o nosso negócio oficialmente, já tínhamos clientes. O nosso maior investimento foi em buscar clientes, isso significa investimento de tempo e energia muito mais do que investimento financeiro.

Começamos com o básico para prestar um serviço de qualidade, porque não adianta investir tudo o que você tem, ou até o que não tem, para montar o escritório, por exemplo, se você não tem clientes. Sim, ter um local adequado para trabalhar, atender e etc, é necessário, mas adequado não significa deslumbrante.

Para os riscos serem calculados e não nos derrubarem, precisamos saber o que é prioridade, isso inclui saber com o que gastar, no que investir, o que fazer primeiro, o que é supérfluo no momento, entre outras coisas. 

Você sabe quais são os riscos que corre no seu negócio? É necessário pensar em estratégias para minimizá-los.

Senso de realização
Na época eu nem sabia o que era isso, mas hoje falamos disso em nossas palestras e cursos. O senso de realização é uma competência super importante para empreendedores, e agora eu sei que isso sempre esteve comigo!

Significa querer melhorar sempre, aprimorar as próprias habilidades, buscar saber como as pessoas estão percebendo o nosso trabalho.

Nós fizemos isso o tempo todo e desde o início, mesmo sem saber que era uma competência. 

E você?
  • Possui esse senso de querer melhorar?
  • Você solicita feedback para saber como está se saindo?
  • Você consegue crescer e se tornar ainda melhor com as críticas?

Se sim, ótimo, isso melhora muito o desempenho.

Se não, comece já a mudar isso. Não adianta se deprimir com comentários negativos sobre seu trabalho, suas ideias e seus comportamentos. Você tem que buscar alternativas, crescimento e melhorias. Aprenda a usar os retornos negativos para se desenvolver.

Na minha jornada e, claro, nos resultados da Virtude, essas competências foram importantes, juntamente com inúmeras outras que certamente não nasceram prontas. Meu contato com o coaching auxiliou muito na realização dos meus objetivos profissionais, e, com um ano de empresa, buscamos um processo de coaching para desenvolver mais o nosso negócio.

Se você tem o desejo de empreender, lembre-se que isso não significa apenas ter um CNPJ, e sim ter um negócio, uma carreira, uma profissão que exija que você faça praticamente tudo.

Se esse é seu caso e você quer buscar resultados melhores, saber mais sobre como prospectar clientes, se posicionar no mercado, se organizar para ser produtivo e melhorar cada vez mais seu desempenho, entre em contato comigo para saber mais sobre o PROGRAMA DE COACHING EMPREENDEDOR, ele pode ser uma boa alternativa para você.

Marina Pozzer
Psicóloga CRP 07/22291 
Coach Profissional