O que você deixou para trás

26/06/16

Ao longo da vida vamos deixando algumas coisas para trás. Isso ocorre por vários motivos: pode ser por necessidade, por não vermos mais sentido em continuar com aquilo na nossa bagagem, por serem substituídas por outras melhores, por que escolhemos assim ou, ainda, por acomodação.

Você pode ter abandonado alguns medos.
Quando descobrimos que somos mais forte do que nossos medos, quando aprendemos a enfrentá-los, quando encontramos coragem e encaramos o que nos amedronta, então ele se torna menor, e por vezes acaba ficando para trás. E isso é ótimo!
Que medos já não te acompanham mais? E quais são os que ainda quer abandonar?

Você pode ter desistido de alguns sonhos.
Nesse caso, é necessário considerar: será que os sonhos do passado se transformaram e já não fazem mais sentido hoje, ou por acaso, eles ainda moram dentro de você? Pode ser que haja sonhos adormecidos que estão apenas esperando uma decisão, uma oportunidade, uma chance para acordarem e criarem corpo novamente.

Você pode ter abandonado pessoas.
Aqueles amigos de infância, você ainda fala com eles? Gostaria de falar?Existe alguém que você gostaria de reencontrar? Se sim, será que isso é impossível, ou você pode dar um jeito de fazer isso acontecer?

Algumas coisas necessitam ficar no passado, mas têm outras que podem ser transformadas e, então, nos acompanhar para sempre. E é o que permanece que forma a nossa essência.Triste é esquecermos isso... Que existe uma essência e que ela é única e singular para cada ser humano. Essa essência é formada pelo que acreditamos, por nossas vontades, nossos talentos, nossas forças pessoais, enfim por aquilo que existe de melhor em cada um de nós.

O que existe de melhor em você?
Não é só para você ler essa pergunta, é para respondê-la! Pois essa resposta fala sobre sua essência, fala sobre quem você é, e com essa resposta podemos considerar uma nova pergunta: o que você faz com isso?

O que você está fazendo com o que há de melhor em você?
Há os que usufruem de sua essência, que usam o que possuem de melhor,todos os dias. São as pessoas realizadas e felizes. Mas há também os que deixaram isso de lado e fingem que está tudo bem, mas no fundo sabem que sempre parece faltar algo, sabem que podem mais!E é muito bom quando decidem sair do estado de acomodação e usar suas forças e seus talentos para arriscar e tentar.Porém essa é uma decisão individual.

O que quer resgatar? O que quer transformar? O que pode e quer fazer com seus talentos?

A decisão é sua!


MarinaPozzer
Psicólogae Coach