O que você quer #parte1

26/04/17

Quer abrir um negócio próprio ou buscar uma oportunidade melhor como funcionário? Ainda não decidi!

Quer se dedicar aos estudos? Talvez...

Prefere qual área de atuação? Tanto faz!

Quer mudar de profissão? Não sei!

Quer ganhar mais? Sim! E o que vai fazer para isso? Não sei!

Você quer isso ou aquilo? Não sei! Não sei e não sei!

 

Cada vez mais me deparo com essas indecisões na minha atuação profissional. As pessoas não estão conseguindo decidir, não estão dando um rumo a suas vidas... reclamam, ficam tristes, se sentem inseguras... Mas permanecem no mesmo lugar!

Enquanto essas interrogações não viram respostas, nada acontece! Nada muda!

Mas como vou decidir se eu não sei o que é melhor?

Qualquer escolha tem a chance de ser melhor do que não escolher nada. Se não está bom, se a situação atual não te traz o sentimento de realização, não faz você se sentir produtivo, se você fica cogitando muitas vezes: E se fosse assim... E se acontecesse isso... E se eu fizesse aquilo???

Então está na hora de tomar uma decisão! E só você pode fazer isso, porque é a sua vida e é você que vai ter que enfrentar as consequências de qualquer escolha que fizer, inclusive da escolha de continuar onde e como está!

Já me perguntaram: e por que eu tenho que mudar?

Isso não é uma obrigação, é uma escolha. Ninguém precisa mudar, ninguém precisa fazer nada de diferente se não quiser. E se decidir que isso é o melhor, tudo bem, se estiver bem para você. E isso inclui eliminar as queixas. Porque o que vejo são pessoas se queixando, reclamando, falando para quem quiser ouvir que gostariam de ter, ser ou fazer outra coisa... e aí quando vem a cobrança ou até a oportunidade por uma mudança, recuam.

A equação é muito simples:

Quer ficar como está = pare de reclamar + aceite o que tem.

Quer algo diferente = pare de reclamar + faça algo diferente.

De qualquer forma ficar se queixando não traz nada de positivo.

Se a resposta para a pergunta “o que você quer?” é ficar onde está, tudo bem, isso significa que você está em um lugar bom, que está satisfeito, que já encontrou seu propósito. Então usufrua disso!

Agora se a resposta para essa mesma pergunta “o que você quer?” ainda não existe, ou até existe, mas está muito longe do que você tem hoje, é hora de começar a mudar algumas coisas.

Mudar exige esforço, mas também é muito gratificante. Experimente!

Mas por onde começar?

O primeiro passo é definir o que você quer, e vai ter um texto só para falar sobre escolhas e decisões. Aguarde!

Marina Pozzer

Psicóloga e Coach